Image Map

Correndo contra o relógio

Em um mundo hodierno, é sabido que quanto mais o mundo vem progredindo, a humanidade vai esquecendo-se de seus sentimentos, e preocupando apenas com reconhecimentos profissionais. Também a precocidade infantil, infelizmente, é visto com bons olhos. Garotas de nove anos namoram ou até mesmo em alguns casos já estão grávidas, outras, já sabe tantos idiomas que nem ela mesma sabe quais, fazem cursos, e vive metade de sua vida na tela de um computador, fazendo-as deixar de ser crianças.

E um dos grandes causadores deste episódio calamitoso, e a falta de paciência, pois ninguém sabe esperar o tempo sensato para que tudo ocorra naturalmente. Embora que nós não percebamos este ímpeto, ele está presente em nosso meio, e nos causa grandes desastres, como envelhecimento precoce, nervosismo, e principalmente, problemas psicológicos. Como dizia um escritor no qual não me lembro, fez uma citação, em que falava “a vida são como cordas de um violão, se deixá-las frouxas, não teremos o som que desejamos, mas se esticarmos demais elas acabarão arrebentando”. Quando todos aprendermos, a buscar nossos sonhos, porém dando um passo correto. Aprenderemos que a vida não é só feita de riquezas, mas também, de aprendizados que jamais, nenhum professor conseguiu transpassar, que é descobrir que tudo que fazermos agora, mudará totalmente o resto de nossas vidas ingênuas, por muitas vezes a impaciência, acaba nos roubando momentos inesquecíveis que talvez, poderíamos ter vivido apenas naquele instante.

16 comentários:

  1. confesso que sou meio impaciente, mas sei me controlar e tambem só sou impaciente pras coisas que nao gosto.
    então, nao vou ter problemas com a falta de lembrar daquele momento.

    hahahaha

    beijoos !

    ResponderExcluir
  2. sensacional :D tudo verdade, se bem que eu queria muito que tivessem me ensinado varias linguas quando criança, por que depois de mais velho, fica mais dificil a flencia. mesmo assim, tem de haver tempo e espaço para ser criança. bjs bjs

    ResponderExcluir
  3. Realmente cada coisa tem seu tempo, mas não tem nada a ver dizer "isso você só vai fazer com tantos anos, isso com tanto".
    Ninguém é igual. Às vezes a maturidade daquela criança seja grande o suficiente para namorar, ou não.
    Isso vai de cada um, o que não vale é generalizar!


    Beeijos! =*

    ResponderExcluir
  4. Eu me apavoro vendo crianças assim tão precoces. Eu acho isso péssimo e concordo com tudo que você falou. As crianças deveriam saber esperar a hora, tem hora pra tudo, eu nao fui precoce.

    ResponderExcluir
  5. é que nós
    só aprendemos o valor de ser criança
    e de dar tempo ao tempo
    quando é tarde demais ;~~
    Bjos
    :*

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Ah, obrigada gata! =D
    Seu blog também é mara, e você escreve suuuuuper bem. Adorei o post de hoje.

    Beijão e bom fds

    ResponderExcluir
  8. Realmente a causa de muitos problemas e a pressa, a incapacidade de viver ao seu tempo, seguindo um ritmo saudável, passam tanto tempo correndo e querendo tudo que terminam sem nada.
    Excelente texto.

    ResponderExcluir
  9. VejaBlog
    Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
    http://www.vejablog.com.br

    Parabéns pelo seu Blog!!!

    Você está fazendo parte da maior e melhor
    seleção de Blogs/Sites do País!!!
    - Só Sites e Blogs Premiados -
    Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
    os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

    O seu link encontra-se no item: Blog

    http://www.vejablog.com.br/blog

    - Os links encontram-se rigorosamente
    em ordem alfabética -

    Pegue nosso selo em:
    http://www.vejablog.com.br/selo


    Um forte abraço,
    Dário Dutra

    http://www.vejablog.com.br
    ....................................................................

    ResponderExcluir
  10. realmente hoje em dia é dificil encontrar criança de verdade. tá certo que quando era uma ficava doida pra crescer logo e ser 'dona do meu naziz', mas eu mesmo assim consegui ter uma infancia de verdade. passei por todas as fases sem pular nenhuma etapa, se bem que algumas fugiram de mim =/
    e hoje eu digo: eu era feliz e sabia! =)

    beeijos querida ;*

    ResponderExcluir
  11. Oi tudo beem?
    Venha participar do nosso novo projeto de blog's!

    Atenciosamente
    Projeto Knowcar

    http://projetoknowcar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Seu texto é a pura expressão da realidade, o mundo de hoje nao tem mais crianças e sim adultos miniaturas!
    As vezes a gente acha até graça, mas qual será o verdadeiro prejuizo pra essas crianças sem infancia?

    Adorei o post
    =**

    ResponderExcluir
  13. Eu gostei muito do seu texto, relata os fatos que acontecem direto no nosso dia a dia, e você descreveu tudo muito bem. Amei aqui, estou seguindo com prazer :D
    Beijão :*

    ResponderExcluir
  14. Paciência a aqueles q suportam a falta dla...

    http://lg7fortalezace.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. pra quem pretende fazer jornalismo:
    http://meuedredon.blogspot.com/

    bjoo

    ResponderExcluir
  16. Gosto das coisas na hora me irrito com lerdeza. Porém na hora de atingir um objetivo vou com tudo, com fúria mermo. E aí sei esperar

    Passa no meu blog e vê se gosta

    Tô te seguindo

    Abraços

    ResponderExcluir

Seja Bem-vindo ao Cidade Literária
Seu comentário é fundamental para o crescimento deste blog. Então, você aceitaria uma xícara de chá?

 
© Cidade Literária - 2006. Todos os direitos reservados.
Criado por: Camila Locatelli.
Tecnologia do Blogger.